Horários de atendimento: 8:00 am - 18:00 pm
blog-incubadora-trigas

Incubadora Trigás

A capacidade para o cultivo de oócitos e embriões depende muito de uma ambiente rigorosamente controlado. Um controle ambiental permite que os oócitos completem os aspectos finais da sua maturação citoplasmática e nuclear, objetivando a inseminação clássica ou a ICSI (injeção intracitoplasmática de espermatozóide). Já os embriões que ficam em ambientes com variações tendem a apresentar menores taxas de formação de blastocisto.

A maioria dos centros de reprodução assistida utilizam incubadoras de CO2 que não controlam as concentrações de O2, para o cultivo embrionário. Essas incubadoras, que tem sido utilizadas por décadas, tem a concentração de O2 fixada próxima ao ar ambiente (21%). Levemente diluída com o Co2 e umidade, o nível de O2 (18 – 20%) é de aproximadamente 10 vezes mais do que os níveis fisiológicos.

Recentemente foi lançado no mercado a Incubadora Trigás. Segundo literatura científica, embriões humanos cultivados em 6% CO2, 5% O2, e 89% N2, apresentam taxas mais baixas de fragmentação e altas taxas de formação de blastocisto, quando comparados a embriões cultivados em 20% de O2, o que aumenta as taxas de gestação.

As unidades da Fertvida (Fortaleza, Teresina e São Luís) já adquiriram esse novo equipamento que vem trazendo ótimos resultados de formação de blastocisto, aumentando as chances de sucesso nos programas de Reprodução Assistida.

Copyright © Fertvida 2016 - todos os direitos reservados
Desenvolvido por Força Digital